Notícias

Tá na Hora 23/08/2019 17:06

Tá na Hora recebe o empresário Ricardo Costa

Sob o tema “Idealiza, Parque Una e outras histórias”, a palestra abordou a trajetória profissional e as reflexões sobre empreendedorismo do convidado.

Tá na Hora recebe o empresário Ricardo Costa
Por: ACP

Nesta quinta-feira (22), a Reunião-almoço Tá na Hora recebeu o empresário pelotense radicado em São Paulo, Ricardo Costa. Ricardo é sócio-diretor da Idealiza Urbanismo e Parque Una Pelotas, sócio da Idealiza Verticais e da Systax Sistemas Fiscais, co-fundador da FISCOSoft Informações fiscais e legais, sócio da Imovem Imóveis Empresariais, sócio e Presidente do Conselho de Administração da Evino Comércio de Bebidas Ltda e co-fundador do Realiza Digital.org. 

Sob o tema “Idealiza, Parque Una e outras histórias”, a palestra abordou a trajetória profissional e as reflexões sobre empreendedorismo do convidado. No salão nobre novamente lotado, o presidente da Associação Comercial de Pelotas, Mauro Bom, salientou que um país melhor não se faz apenas com sonhos, mas com ações. Ao apresentar o convidado, agradeceu pelas contribuições. “Parabéns, Ricardo, por ir além dos sonhos e participar de forma efetiva na concretização do futuro que nós idealizamos para a sociedade”, finalizou. 

Em sua fala, Ricardo Costa apresentou a sua trajetória profissional com uma extensa lista de empresas e sócios. Uma das mensagens principais deixadas pelo palestrante é a importância das relações humanas em todas as trajetórias. “Nada do que eu conto para vocês hoje eu fiz sozinho. Eu sempre tive uma personalidade aberta para construir relações, principalmente profissionais. E uma desencadeou em outras. Quando se tem uma sociedade, as chances de se prosperar são maiores, especialmente quando se constrói uma relação de confiança a partir de uma parceria a longo prazo”, explicou. Além da confiança, ele ressalta que os valores dos sócios serem os mesmos é quase um pré requisito para que a sociedade dê certo. 

O convidado afirmou acreditar mais no formato de empreendimento conjunto. “Você acaba deixando um legado que ultrapassa você. Eu não gosto muito de empresas que dependem muito de pessoas, eu acho que as empresas devem depender de culturas”, destacou. Para finalizar, Ricardo lembra que há uma imensa preocupação com o mercado de trabalho dez anos a frente ou com o avanço acelerado da tecnologia, mas afirma que encara o cenário com otimismo. “O que sempre fez a diferença é a nossa capacidade de nos relacionarmos com o próximo, de desenvolver vínculos sociais verdadeiros. Isso a mim inspira e não vejo com nenhum negativismo o futuro que está por vir”, finalizou. 

A reunião-almoço tem o patrocínio do BADESUL, BRDE, Sicredi Zona Sul, Faculdade Anhanguera, Grupo Guanabara, MeioEste Ambiental, Macro Atacado Treichel, Unimed Pelotas e Telealarme Brasil. 

Assine nossa newsletter

Carregando